HISTORIAL RESUMIDO DA IDPMI PORTUGUESA

TODOS TEMOS UMA HISTÓRIA - CONHEÇA A NOSSA!

"(...) E depois disto designou O Senhor ainda outros setenta, e mandou-os diante da sua face, de dois em dois, a todas as cidades e lugares aonde Ele havia de ir. E dizia-lhes: grande é na verdade a seara, mas os obreiros são poucos, rogai pois ao Senhor da seara que envie obreiros para a sua seara. Ide, eis que vos mando como cordeiros ao meio de lobos. (...)” 

Lucas 10:1-3

“(...) Então disse eu: eis-me aqui, envia-me a mim. (...)”
Isaías 6:8

     


MISSIONÁRIOS NO PORTO
SÁBADO, 30 DE SETEMBRO DE 1972

No primeiro dia de Setembro de 1972, Avelino Faria Fernandes, sua esposa Carmolina Isaura Gameiro Fernandes e o seu filho de quatro anos, Mário Emanuel, guiados pelo Espírito Santo de Deus e em obediência à Chamada Divina, foram para a cidade do Porto, norte de Portugal, para iniciar um trabalho pioneiro. Começou a Igreja no apartamento que alugaram, e depois de já terem um bom grupo de cristãos, inauguraram no dia 12 de Novembro de 1973 uma Casa de Oração no centro da cidade do Porto, sita á rua Padre José Pacheco do Monte, 108. Já tinham uma boa assistência nessa ocasião.

No mês de Julho de 1975, Avelino Faria Fernandes recebeu um telefonema do Pastor Mário da Conceição Godinho, informando-o que se encontrava a viver e a pastorear em Vila Nova de Gaia. Foi verdadeiramente uma grande surpresa para o Pastor Avelino Faria Fernandes, pois depois de sair de Lisboa nunca mais teve contacto com Mário da Conceição Godinho, pois tinha conhecimento que Mário da Conceição Godinho e sua família, haviam imigrado para França. Após o telefonema, Mário da Conceição Godinho veio a casa de Avelino Faria Fernandes, e informou-o que estava pastoreando uma congregação da Igreja de Deus Pentecostal em Vila Nova de Gaia, mais precisamente na rua Leote do Rego, 194 em Coimbrões, congregação essa que havia sido inaugurada pelos Missionários Ildemaro e Elizabeth dos Santos, os quais haviam sido enviados para Portugal pelo Concilio da Igreja de Deus Pentecostal com sede em San Juan de Puerto Rico, Estados Unidos da América.

Nessa conversa de reencontro de amigos, Mário da Conceição Godinho informou Avelino Faria Fernandes que Ildemaro dos Santos, um Português que se converteu na Venezuela e se casou com a filha dos Missionários Porto-riquenhos que estavam na Venezuela, foi enviado de Puerto Rico para Portugal no ano de 1965 para estabelecer a Igreja de Deus Pentecostal, em Vale Maior, concelho de Albergaria-a-Velha, distrito de Aveiro. Numa acta que mais tarde foi entregue na Secretaria da Igreja, consta que Ildemaro dos Santos, nos mês de Fevereiro de 1965 efectuou uma série de conferências acerca do plano da Salvação, na aldeia de Vale Maior e que começou a reunir-se em casa de seu pai, irmão Manuel Marques, com quatro crentes já baptizados. Mais tarde conseguiram um local para Casa de Oração, próximo da Fábrica do papel do Prado, lugar da Ponte Velha, cuja inauguração ocorreu a 16 de Maio de 1965. Mais tarde inaugurou outra Casa de Oração em Albergaria-a-Velha. A obra estava a desenvolver-se e no mês de Agosto de 1971 alugou um local para Casa de Oração, em Vila Nova de Gaia, localidade onde já vivia, na rua Leote do Rego, 194 em Coimbrões. Este lugar começou a ficar pequena. Durante os Cultos, as crianças ficavam sentadas em volta do Altar, para que estes pudessem dar lugar aos adultos. Ildemaro dos Santos, um ano mais tarde inaugurou uma segunda Casa de Oração em Vila Nova de Gaia, sita à rua 14 de Outubro. No período em que Ildemaro dos Santos esteve em Portugal, foram estabelecidas duas Igrejas na cidade de Lisboa: uma na rua do Embaixador, outra na Bica. Ambas eram pastoreadas por José da Fonseca Marques.

Mário da Conceição Godinho depois de haver pastoreado a Igreja local em Coimbrões, Vila Nova de Gaia, por alguns anos, sentiu desejo de ir viver para Puerto Rico com a sua família, e foi nessa altura que pediu a Avelino Faria Fernandes que aceitasse o convite para ficar a pastorear a Igreja de Deus Pentecostal de Coimbrões, o que veio a acontecer, tendo o Culto de Tomada de Posse, ocorrido no dia 8 de Outubro de 1978. Nesse dia Avelino Faria Fernandes, com sua esposa, seu filho e sua filha de 3 anos, Madalena Maria, são instalados como Pastores da referida Igreja, com imposição da mãos pelo Missionário da Igreja de Deus Pentecostal em Vigo, Espanha, o Porto-riquenho Roberto Goitia, e pelo Pastor Augusto Pontes, Pastor da Igreja Evangélica de Alumiara, Vila Nova de Gaia. A partir desta data, Avelino Faria Fernandes, pastoreava as Igrejas no Porto e em Vila Nova de Gaia, em simultâneo com a vida profissional como Chefe de Cozinha no Hospital duma conhecida Companhia de Seguros.

Um mês mais tarde, em Novembro de 1978, chegou a Portugal, vindo de Vigo, Espanha, com o Missionário Roberto Goitia, o Presidente da Igreja de Deus Pentecostal de Puerto Rico, Rev. Eleutério Feliciano, o qual veio de Puerto Rico visitar a Obra em Espanha e de Espanha passou a Portugal de propósito para conhecer pessoalmente e conversar com o Pastor Avelino Faria Fernandes. Após orarem e buscarem a direcção do Espírito Santo, o Presidente Rev. Eleutério Feliciano propôs a Avelino Faria Fernandes que viesse ele próprio a filiar-se à Igreja de Deus Pentecostal com sede em San Juan de Puerto Rico. Avelino Faria Fernandes respondeu que sozinho não podia decidir, mas que iria convocar uma Assembleia-Geral na Igreja do Porto, que falaria com a Igreja, pois a Igreja seria soberana para tomar tal decisão.
  Anterior                              Seguinte